Trocar presente que não gostou, é feio???

Meninas!!!

Depois de muitas perguntas por email, achei interessante fazer um post semanal (?) sobre regras de etiquetas, nem acho que o nome deveria ser este, talvez, regras para boa convivência, regras de civilidade, algo assim!!! Ainda mais agora com o blog de lay out novo, teremos uma aba no menu separada justamente para essas conversas da gente, e se chamará: “Tô com dúvida”.

Acho super importante saber se portar em determinados locais, que roupa usar para determinada ocasião, o que fazer diante de uma situação de dúvida, então espero que seja de grande interesse para todas nós…Até mesmo porque poderemos trocar figurinhas a respeito.

Obviamente, que se quiserem fazer perguntas, sugestões sobre estes assuntos, pretendo trazer algum comentário que achar pertinente, nem se preocupem que não irei identificar ninguém.

Primeiramente, como diria Gloria Kalil (minha ídola –  é, meninas, ela pra mim, é simplesmente uma mulher chic, sabe se portar, sabe falar, sabe se vestir!!). Como ela mesmo diz:  “Chic primeiramente é ser civilizado!!”
Já que tive vários emails perguntando se era falta de educação, se a pessoa ficasse sabendo…então vamos lá…

Trocar presente que não gostou, é feio???

Ganhar presente é ótimo, né? O ruim é quando a gente ganha coisas que não tem nada a ver com a gente, ou que não vai rolar de jeito nenhum….Quando se pensa em trocar, a gente pensa logo que a pessoa vai ficar chateada, que é falta de educação… Eu particularmente, prefiro sempre a sinceridade, independente do que for, mas antes acredito que tem duas coisas a serem levadas em conta: se vc é intima ou não da pessoa que te deu o presente.

  • Se vc não é intima: diga que gostou taaaaaaaaanto do presente, e que ela (a pessoa) conhece tanto o seu gosto que vc, até, tem uma igual mas que gostaria de trocar de cor, modelo…e vale lembrar que tem que ser na hora que abrir, com cara de: ” Ah, que amor!!”.
  • Se vc é intima e sabe que a pessoa passou horas procurando “aquele” presente, sinceramente, eu não teria a menor coragem de trocar ( que meu pai nunca leia isso!! eu ganhei uma sandália dele e não gostei, até um dia desses tinha ela no closet!).

Sabe o que pensei uma vez, que as pessoas pra facilitarem podia dar um número menor ou maior pra que a gente possa ir na loja e trocar mesmo, ou pela mesma coisa, agora, no numero certo ou até mesmo por outra coisa do nosso agrado, né??

E ai?? o que acharam dessa nossa conversa? e se tiverem interesse em algum assunto específico, me manda por aqui ou pelo email ou pela página de contato: contato@papodemeninas.com
Vou ficar esperando….

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!